Imprensa

Mais notícias:

Casa Venturini lança seu Cabernet Franc na Wine South America

Publicada em 29/08/2018 - 10:16


Um dos Chardonnay mais conhecidos do Brasil é elaborado pela Casa Venturini, de Flores da Cunha, RS. O vinho esteve, por diversas vezes, entre os 16 vinhos mais representativos em suas safras, sendo apresentado a um público amante de vinhos na já tradicional Avaliação Nacional de Vinhos (neste ano acontece no dia 29 de setembro, sendo mais um atrativo para quem visitar a Wine South America, já que também acontece no Parque de Eventos, em Bento Gonçalves).

O vinho Chardonnay é apenas um dos destaques da empresa. A Casa Venturini também elabora outros brancos, além de tintos e espumantes. Na Wine South America lançará um Cabernet Franc e relançará o Sauvignon Blanc (ingressos à venda em http://bit.ly/WSA2018-Ingressos). A Venturini também aproveitará a feira para apresentar novos investimentos em enoturismo – a vinícola faz parte do roteiro ‘Vinhos do Altos Montes’, que envolve vinícolas de Flores da Cunha e de Nova Pádua. “ Promover uma feira importante como essa na Serra Gaúcha é, sem dúvidas, muito positivo. A Wine South America chamará a atenção de comerciantes e consumidores de vinho da América do Sul. O que gerará oportunidade para apresentar nossos produtos a quem ainda não os conhece”, afirma o proprietário da empresa, José Venturini.

A Casa Venturini trabalha para ser uma empresa produtora de vinhos de  qualidade e ser referência em enoturismo. “Como diferenciais temos o tratamento com o enoturista, que é um atendimento exclusivo, sempre com pequenos grupos e de forma bem didática, trazendo o aconchego e acolhimento da nossa tradição italiana”, afirma Venturini.

A Casa Venturini foi fundada em 1989, porém a trajetória da família no meio vinícola iniciou nos anos 1970. No final dos anos 1980, uma joint-venture de São Paulo, juntamente com um enólogo gaúcho, assume a vinícola. Com o passar dos anos e a tecnologia chegando a todos os setores, a vinícola passou por uma cuidadosa reestruturação, mas sempre manteve suas características originais. Tudo de olho na qualidade, sem perder a herança cultural, fundamental para a elaboração de bons vinhos.

Em 1997, com nova mudança societária, a empresa passa a chamar-se Góes & Venturini. Em 2001, começa a produção da linha de vinhos finos, colocando no mercado produtos que posteriormente passariam a ser premiados em todo o mundo. Em 2009, ao completar 20 anos, o empreendimento inicia uma nova etapa abrindo o parque vitivinícola para visitação turística.  A Casa Venturini possui vinhedos na Serra Gaúcha, Campanha Gaúcha e Campos de Cima da Serra.