Imprensa

Mais notícias:

Maior produtor de azeite do Brasil apresenta sua linha na Wine South America

Publicada em 13/07/2018 - 11:25


Quem aprecia um bom vinho também é consumidor de azeite de qualidade. E o Brasil cresce a passos largos nesse segmento, tanto é que a Wine South America (www.winesa.com.br) terá um espaço dedicado ao óleo de oliva. Um dos maiores produtores de azeite do Brasil já confirmou presença na feira internacional, que acontece de 26 a 29 de setembro, em Bento Gonçalves. A Estância Guarda Velha está localizada no Rio Grande do Sul, mais especificamente no município de Pinheiro Machado, na Serra do Sudeste. A fazenda concentra o maior olival em área contínua do país. São 400 hectares plantados, com 14 diferentes variedades.


Tudo começou em 2010 quando o proprietário da fazenda, Luiz Eduardo Batalha, veio de São Paulo para o Rio Grande do Sul para produzir gado Angus. Foi numa visita à vinícola Miolo (em Candiota) que ele teve o primeiro contato com as oliveiras brasileiras. “Fiquei impressionado e naquele momento decidi que meu negócio seria, também, com oliveiras”, conta Luiz Eduardo Batalha. Quatro anos depois, ele colhia os primeiros frutos, que deram origem ao azeite extravirgem intitulado Batalha. A safra 2018 rendeu em torno de 100 toneladas de azeitonas e 15 mil litros de azeite, cerca de 15% a mais que na safra anterior. “Em 2022 o olival da empresa alcançará plena produção, quando se pretende elaborar 400 mil litros de azeite”, afirma Batalha, que completa: “o azeite brasileiro é de altíssimo padrão, é fresco, praticamente um suco de azeitona. Temos condições de concorrer com os melhores produtos do mundo, tanto é que hoje o azeite brasileiro, que participa de competições internacionais há seis anos, recebe prêmios ao lado de países que estão no mercado há 500 anos”, explica o empresário. Ele também afirma a necessidade de educar o consumidor brasileiro, que hoje conhece muito pouco sobre esses nobres produtos. “Nós temos que educar o consumidor para saber o que é um azeite de qualidade. Temos que promover degustações e fazer com que as pessoas provem os produtos. Assim, aos poucos, as pessoas irão comprar o nosso produto”, destaca Batalha. E participar de um a feira como a Wine South America é uma forma de fazermos a promoção do nosso produto.